O presidente Bolsonaro veio em São Sebastião?

Política

O presidente Bolsonaro veio em São Sebastião?

Os relatos de um jornalista na visita do presidente Bolsonaro em São Sebastião

Carlos Antônio

Jornalista
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal O presidente Bolsonaro veio em São Sebastião?

Na tarde dessa segunda-feira 05, o Presidente da República Jair Bolsonaro entregou em uma solenidade no Bairro Crixá as chaves dos apartamentos dos condomínios 4 e 5. Um evento atípico na cidade e com a presença de muitas autoridades do governo federal e local.

A notícia já saiu em tantos jornais e meios de comunicação que ficou sem lógica escrever o que já foi escrito, então leiam a minha visão (literalmente) desse evento histórico para nossa São Sebastião, que foi a vinda pela primeira vez de um presidente da república a cidade.

Logo no início já chamou atenção o forte esquema de segurança, a versão do Bolsonaro andando de moto nas cidades, ou andando a pé em ruas das cidades satélites não se replicou aqui. O evento estava organizado, lista de convidados e credenciamento de imprensa, a população não teve acesso ao evento que aconteceu no interior do condomínio, longe dos olhares dos populares.

A imprensa esteve em peso no evento CNN, GLOBO, SBT, CBN, RECORD, BAND e tantas outras que nem me lembrava que existia, eram tantos jornalistas e fotógrafos, que o Chiqueirinho preparado pelos organizadores ficou pequeno e bem tumultuado. Chiqueirinho é um termo meio pesado com os amigos jornalistas, mas eu me senti assim, em um cercado berrando sem ser escutado.

Em todo o evento, a participação dos jornalistas e repórteres foi de apenas escutar e filmar o que estava ao alcance das lentes. As 14:30 da tarde, por uma brecha entre os edifícios, acompanhamos de longe as dezenas de carros com as autoridades descendo na rua de baixo de onde estavam os microfones e o chiqueirinho dos jornalistas. Apenas os jornalistas e fotógrafos da Presidência da República tiveram autorização de acompanhar a visita das autoridades nos blocos e apartamentos.

Foram tantas autoridades que ficou difícil reconhecer todos em um só ambiente, estiveram presentes o Presidente da República Jair Messias Bolsonaro , o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, o governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, a ministra da Secretaria de Governo, Flavia Arruda, os deputados federais Bia Kicis, major Vitor Hugo, e Júlio Cesar Ribeiro, Presidente da Codhab Wellington Luiz, Diretor Imobiliário da Codhab Marcos Palomo, Administrador Regional Alan Valim. E no embalo de tantas autoridades, estiveram também suas respectivas comitivas como assessoria de comunicação, fotógrafos, assessores especiais, motoristas, muitos e muitos seguranças.

Era tantas pessoas engravatadas que pareciam um monte de pinguins um andando ao lado do outro.

O Evento foi completamente restrito a população e até mesmo para os habilitados para os apartamentos, no evento apenas 4 futuros moradores participaram da solenidade, o restante das chaves serão entregues nessa terça 06 e quarta feira 07.

As 288 famílias do condomínio 4 do crixá estão a mais de 30 dias aguardando a entrega das chaves, esse evento já tinha sido desmarcado por causa das medidas de enfrentamento da COVID19, a justificativa do governo local era que esperava liberação do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). Mas liberação para que? Fazer um evento para sair bem na foto? Foi o que aconteceu.

De todas as minhas dúvidas, a mais importante a ser respondida, acabou se respondendo nos bastidores. O restante do projeto contendo 5 novos condomínios irá sair do papel? O Rabo do Peixe (Zumbi dos Palmares) vai ser derrubado para os prédios? A resposta era só uma. O problema da ocupação do terreno é do Governo Local. E que o MDR está em constante conversa com a CODHAB para a continuação do projeto.

O evento era tão restrito que ficou sem sentido ter acontecido, nada foi falado e nada foi debatido. Jornalistas não poderão fazer perguntas, e as lideranças da cidade mal conseguiram entrar.

A coisa foi tão rápida e remota (distante da população) que sairia mais barato para os cofres públicos terem chamado essas 4 famílias e fazer essa solenidade lá no palácio do planalto!

Mas o que vale é sair bem na foto. Para quem duvida disso, é só olhar as redes sociais dos convidados!

Haaaaa quase esqueci.. Tão desnecessário que não saiu no Jornal Nacional.

Siga Carlos Antônio no Instagram e Facbook
Instagram: @carlosantoniodf

Facebook: @carlosantoniodf

YouTube: @carlosantoniodf