Irreverente garçom de bar do DF é enforcado, morto e deixado sem roupa

Política

Irreverente garçom de bar do DF é enforcado, morto e deixado sem roupa

Odilon Berlink, 48, foi encontrado com sinais de enforcamento em casa, na última quarta-feira (1º/12), em São Sebastião

Carlos Antônio

Jornalista
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal Irreverente garçom de bar do DF é enforcado, morto e deixado sem roupa

O auxiliar de cozinha Odilon Berlink de Jesus, 48 anos, foi encontrado morto em casa pela equipe do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) na noite de quarta-feira (1º/12), em São Sebastião. A vítima era uma figura conhecida e querida entre os frequentadores do bar Outro Calaf, localizado no Setor Bancário Sul.

No dia do ocorrido, a Polícia Militar (PMDF) recebeu denúncia de uma vizinha do Odilon informando que havia um cadáver no apartamento em que ele morava. Os bombeiros também foram acionados e precisaram arrombar a porta do apartamento.

Após adentrarem no imóvel, os militares identificaram que o corpo já apresentava mau cheiro e constatou-se o óbito. Outro vizinho afirmou ter visto Odilon pela última vez na segunda-feira (29/11), por volta das 20h30.

A vítima estava nua com um lençol enrolado na cabeça que impedia a visualização de boa parte do corpo. Durante a realização da perícia, os policiais encontraram indícios de que o homem pode ter sido morto por enforcamento.

Segundo análise preliminar da cena do crime, a televisão e o aparelho celular do homem não foram encontrados na residência. Além disso, havia um pequeno molho de chaves em cima de um móvel da sala que os militares acreditaram ser a chave da porta da residência. Porém, elas não entravam na fechadura, indicando que alguém trancou a porta e levou as chaves verdadeiras do local.

O prédio tem câmeras de segurança nos corredores do apartamento que, de acordo com a polícia, podem ter captado a movimentação anterior à morte de Odilon. As imagens estão em poder da polícia e serão analisadas.

Quem era Odilon

A vítima era natural de Salvador (BA) e trabalhava como auxiliar de cozinha no bar Outro Calaf. Em publicação no Instagram, o estabelecimento publicou uma mensagem em homenagem ao funcionário: “Lembraremos sempre com carinho da sua alegria, obrigada pela honra de fazer parte da família do outro calaf, sentiremos sua falta!”.

Odilon era um excelente funcionário, encantava a todos com sua alegria. Sua dedicação e seu bom humor cativavam clientes. Estamos todos consternados com o que aconteceu”, lamentou a proprietária do bar, Priscila Calaf.

Segundo um conhecido do garçom, ele era uma pessoa trabalhadora, prestativa e querida por todos. “Ninguém consegue entender como isso aconteceu”, desabafou.

O caso é investigado pela 30ª DP (São Sebastião).

Siga Carlos Antônio no Instagram e Facbook
Instagram: @carlosantoniodf

Facebook: @carlosantoniodf

YouTube: @carlosantoniodf